Menu principal

21 abril, 2011

Virada de cultura, arquitetura e pessoas.

Por Flaviana Souza

Na verdade o texto de hoje não seria esse, mas achei que o assunto valia um artigo.
Esse final de semana tivemos em São Paulo um acontecimento maravilhoso, a Virada Cultural. Participei na madrugada de 16 para 17 de abril de alguns dos muitos acontecimentos do evento e vi que é um baú de motivações.

Culturalmente o evento motiva a assistir peças teatrais, shows, saraus, stand up e outras apresentações diversas, o que por si só já justificaria a existência do projeto. Mas não é disso que quero falar e sim do que mais me atraiu nessa história toda, que foi poder andar pelo magnífico centro de São Paulo (arquitetonicamente falando) a noite com várias pessoas e sem medo de ser assaltada. É exuberante essa sensação de bem estar.

Isto me fez querer andar pelo centro mais vezes e para isso só motivando todos para que juntos mudemos a realidade de uma parte tão linda da capital paulistana. Fora do evento não é possível caminhar por essa zona sem a preocupação constante com a marginalidade, porque conosco tudo pode acontecer, já que não temos condições de andar com seguranças particulares, carro blindado, etc, já “com a Rita não” (verso de um poema feito e recitado em um dos saraus referindo ao privilegio de equipamentos que a Rita Lee teve em seu show e a precariedade dos equipamentos dos poetas que tiveram que fazer boa parte do espetáculo sem microfone, gritando no meio da rua).


Outro foco de motivação que a Virada proporciona é unir pessoas de várias tribos, preferências, cores e religiões em um mega evento a céu aberto fazendo com que elas se relacionem. É um fenômeno bárbaro conhecer a arquitetura de São Paulo a noite, com segurança e ainda por cima interagir com pessoas diferentes.

Sei que a próxima edição da Virada Cultural demorará a acontecer, mas espero que até lá muita coisa tenha mudado e que mais pessoas privilegiem esse evento tão rico. Uma Virada de cultura, arquitetura e pessoas.

A ligação que faço ao término do texto é mais uma vez que a motivação seja usada para o nosso bem pessoal, mas também para o bem do próximo, da cidade, estado, país e mundo. Assim como para conseguirmos mudanças em nossas vidas precisamos buscá-las, para termos melhoras ao nosso redor, devemos fazer parte delas.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...