Menu principal

13 abril, 2011

Espere pela hora certa para provar que estão errados...

Por Prof. Menegatti

Li certa vez sobre Abraham Lincoln, que foi o mais amado presidente dos Estados Unidos e provavelmente o mais criticado. É possível que nenhum outro político da história norte-americana tenha ouvido tanta coisa ruim a seu respeito. Logo no dia seguinte a um discurso feito por Lincoln, um jornal de Chigado publicou críticas crueis, dizendo: “A face de todos os americanos deve formigar de vergonha ao ler as declarações tolas, rasas e sem sentido de um homem apresentado, a estrangeiros inteligentes, como presidente dos Estados Unidos". O que aconteceu depois disso? É claro que o tempo se encarregou de provar que aquela pesada crítica estava errada. 

Quando recebemos algum tipo de crítica devemos fazer algumas análises:

Mereço essa crítica: é como diz o escritor Norman Vicent, "o mal de quase todos nós é que preferimos ser arruinados pelo elogio a ser salvos pela crítica".

Não mereço essa crítica: se você sabe que a sua ação ou decisão era a coisa certa a fazer, fique firme. O tempo provará. O tempo será sempre o seu melhor aliado. Ele permite que você prove que está certo. 

Conforme as coisas vão acontecendo, o motivo da crítica é eliminado.

Quando critico: segundo Harold Medina, "criticar os outros é algo muito perigoso; nem tanto pelos erros que você pode cometer ao criticar, mas pelo fato de você poder estar revelando algumas verdades a seu respeito".

Quando sou criticado: tenha em mente certas coisas sobre seu crítico: em primeiro lugar, é alguém cujo caráter você respeita? Segundo: essa pessoa é crítica o tempo todo? Terceiro: ela representa um padrão? Se a resposta for positiva, não valorize demais o que ela diz. Talvez seja uma forma de chamar a atenção, mas quando as críticas procedem de uma pessoa positiva, por sua vez, merecem ser ouvidas. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...