Menu principal

17 fevereiro, 2011

O logotipo de si mesmo

Por Flaviana Souza

Confesso que sou torcedora do São Paulo Futebol Clube, mas o momento pede para que eu reverencie um verdadeiro fenômeno do futebol brasileiro mundial, mesmo esse sendo Corinthiano. São várias as histórias e estórias que vêm a publico sobre perseverança e superação, mas poucas são conhecidas e aplaudidas mundialmente como a de Ronaldo Nazareno.

                Os números são incríveis, e todos conhecem de cor e salteado. Três vezes eleito o melhor do mundo, o maior artilheiro da Copa, dois mundiais conquistados, 471 gols, quatro filhos, 190 milhões de brasileiros apaixonados e o respeito de seis bilhões de pessoas ao redor do mundo.

                A história, os altos e baixos (contusão, lesão, lesão, lesão, peso, peso, lesão, hipotiroidismo) também são conhecidos de todos. O que é importante nisso tudo é que a cada tombo, o levantar era mais forte e mais marcante. É um personagem que por não se deixar abater e por todas as suas viradas vitoriosas se tornou mito. E essa adoração toda é vista nos tweets dos famosos:

            “Ronaldo é um idolo do esporte mundial, indepentende do time. A perseverança desse cara foi algo fora do comum” Caio Ribeiro. “A verdade tem que ser dita! O mundo parou para ver @ClaroRonaldo anunciar sua despedida como jogador profissional! Mito! Fenômeno!” Cesinha – produtor do Programa Pânico. “É uma oportunidade também para reconhecer a figura humana que habita este verdadeiro logotipo de si mesmo, reconhecido nos quatro cantos do mundo” Marcelo Tas.

            Que a história desse grande homem sirva como inspiração para todos nós que pensamos em desistir na primeira marcação que sofremos ou quando a bola ao invés de entrar, bate na trave. Porque só assim poderemos repetir as palavras que o fenômeno usou para definir sua trajetória: “Minha carreira foi linda, foi digna, honrei tudo o que fiz”.

            Corinthiana não, mas com certeza Ronaldeana!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...