Menu principal

22 novembro, 2010

Profissões de risco (e mal pagas).

Imagine que você chega a sua empresa em uma segunda-feira depois de um belo fim de semana no campo. Diz bom-dia ao seu chefe, à sua equipe, pega um cafezinho na copa, senta na sua mesa, liga o computador e...

Começa a desabar tudo!
De repente tudo está escuro e não há acesso ao mundo exterior.
Qual a chance de acontecer isso?
Para alguém que trabalha afunilado em um escritório, quase zero. Só diria que era impossível se houvesse escrito este artigo há muito tempo, antes do ataque às torres gêmeas.

E as profissões de risco. Deveriam elas ser extremamente bem remuneradas? A evolução tecnológica vai fazer com que funcionários de uma usina nucleares sintam-se mais seguros para realizar seu trabalho?

Devem sim serem bem pagas, já que colocam a integridade do ser humano em apuros. Se bem que já ouvi falar que algumas pessoas só conseguem viver quando levam a vida ao extremo (em outras palavras, o dinheiro não é o principal atrativo neste momento).

Se você é uma destas pessoas (e espero que não seja), vai aí algumas dicas de profissões arriscadas:

Perfurador de Poço
Petroleiro (plataformas de extração de petróleo)
Alpinista
Policial
Lixeiro
Pedreiro
Mineiro


Agora é uma boa hora para um momento de reflexão!
;)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...