Menu principal

14 outubro, 2010

Muitas opções, escolhas frustradas.

Por Thaís Duarte

Em entrevista à Super Interessante, a professora de negócios da Universidade Columbia, Sheena Iyengar, afirma que, quanto mais opções têm-se, menos se consegue escolher.

Com base em seus estudos, diante de uma variedade extensa de produtos, serviços ou decisões que tenham múltiplas formas de resolução, mais sobrecarregado é o processo de escolha do ser humano, fazendo com que, em diversos casos, a decisão venha acompanha por frustração.

Esta diversidade extrema pode ser prejudicial até para estabelecimentos comercias – “Fiz um estudo em um mercado nos EUA com potes de maionese, alternei duas mostras na estante: uma com 6 sabores e outra com 24. Dos clientes que passaram pelos potes, 60% foram atraídos pelo grupo maior. Outros 40%, pelo grupo menor. Mas apenas 3% dos clientes compraram um pote de maionese quando havia 24 sabores. Quando havia 6 sabores, 30% fizeram a compra.” diz Iyengar. Com base nesta afirmação, pode-se concluir que, a multiplicidade é encantadora, contudo compromete a decisão de compra; e isso não se aplica somente a produtos, mas também a situações da vida como a escolha de um parceiro, por exemplo.

Para que o processo de escolha se torne mais natural, é necessário ter uma estratégia, e simplificar as decisões. Defina o que é realmente importante a se escolher, como o plano de estudo, carreira e investimentos.

1 comentários:

Operário Rodrigo disse...

Vou entrar no mérito da Apple.

Como que a Apple faz o sucesso que faz?

Resposta: Simplificando...

Ao invés de fazer um celular com quatrocentos mil botões, quinhentas ferramentas, 10 câmeras, etc, construiu um celular com um botão!

As pessoas tem medo de fazer a escolha errada, por isso, quanto menos caminhos você der à elas, maior será a chance de obter sucesso na escolha!

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...