Menu principal

15 julho, 2010

Delegação de Poderes

Dá série: "Colocando Ordem no Formigueiro", escrito por Vanderlei Moraes de Angelo.



O normal seria, em qualquer organização, que o responsável por certa tarefa ou função fosse o mais apto a realizá-la. O que influência negativamente para que isto não ocorra é a sobrecarga de tarefas atribuídas a uma só pessoa. Isto ocorre muito com gerentes, supervisores, encarregados, etc. O que fazer para evitar essa sobrecarga sem que a qualidade do serviço se perca é o que mais tem tirado o sono das empresas e empreendedores.
Uma ferramenta atual, e que está muito em alta no mercado de trabalho é a Delegação de Poderes, a qual se trata do processo de transmitir tarefas. Delegar é basicamente incentivar e motivar aos seus colaboradores a se envolverem mais com as atividades da empresa e em contra partida tem como objetivo promover uma qualificação na mão-de-obra e reduzir a sobrecarga de serviços por parte do superior.
Mas nem tudo é tão fácil, há alguns componentes que devem ser levados em consideração, um deles é aceitação por parte do colaborador, outro fator é a confiança nas capacidades do colaborador por parte de seu superior, para que este exerça as atividades com eficiência, do contrário não é viável a delegação.
Erros corriqueiros na delegação ocorrem quando as tarefas são repassadas, –Você vai fazer – Mas não dizem como deve ser feito. A capacitação do colaborador diante uma nova tarefa é essencial para que a ferramenta tenha o retorno esperado. Outro fator a se considerar é o de identificação dos limites para execução das tarefas, este deve ficar bem claro, e regularmente a execução deve estar sendo observada por um superior.
Um bom gestor trabalha com a cooperação, sabe reconhecer o melhor de cada colaborador e busca desenvolver suas capacidades. Delegar poderes não é apenas direcionar mais trabalho, é sim fazer com que sejam capazes de responder por suas ações, é delegar além de poder, “Responsabilidade/Autoridade”. A maior vantagem da delegação de poderes é a dominação por parte do Gestor dos processos que envolvem seu setor, uma vez que mais pessoas são responsáveis o trabalhe se difunde mais, e mais colaboradores são capacitados. O retorno, colaborador motivado buscando seu crescimento profissional e uma empresa com capacidades de controlar com qualidade toda sua gestão sem sobrecarga de serviços.

Vanderlei Moraes de Angelo - Bachareal em Administração, atuante nas áreas de RH, Dp e Finanças, com 5 anos de experiência. Formado pela Faculdade Estadual de Educação Ciencias e Letras de Paranavai, Cursando Mba em Gestão de Pessoas pelo Centro Universitário de Maringá. Visite seu blog clicando no banner abaixo:


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...