Menu principal

27 maio, 2010

As cinco regras básicas da liderança exemplar:


Dizem que liderança nasce com a gente. Seria uma virtude de berço. Eu concordo, mas também acredito que certas facetas de ser um bom líder são desenvolvidas ao longo da vida.

A principal delas é, ao meu modo de ver, o autoconhecimento. Ninguém lidera nada nem ninguém se não se conhece a fundo. E para ter autoconhecimento é preciso viver, é preciso ter o mínimo de maturidade. Não vem do berço, certo?

Outros componentes básicos da liderança são:

  • Desafiar o estabelecido: Os líderes são aventureiros, não têm medo do desconhecido, se jogam na vida. Você nunca escutará um líder dizer: "Ah, mas e se não der certo?", com essa pergunta não se lidera ninguém! O líder questiona, desafia, argumenta, quer saber o porquê das coisas serem como são.
  • Inspirar uma visão compartilhada: O líder enxerga o resultado e convence todos a seguirem em frente com um mesmo foco. O líder tem bola de cristal, vê o futuro, enxerga a luz no fim do túnel e inspira a todos a percorrer o mesmo caminho.
  • Permitir que os outros ajam: O líder acredita em empowerment. As pessoas devem ser incentivadas a resolver problemas, a tomar a iniciativa. Um líder delega. Simples assim.
  • Apontar o caminho: o líder não só dá o exemplo, mas constrói o compromisso por meio de simples ações diárias que criam o processo e o impulso. Os atos têm mais significado do que as palavras.
  • Encorajar o coração: Talvez a regra mais poética da liderança. O líder não deixa ninguém desistir, ele eleva a moral e empurra as pessoas para frente. Não deixa que ninguém perca o foco. Nós estamos acostumados a ver exemplos no cinema: BRAVE HEART é um clássico. E no futebol? O capitão que não deixa seu time desanimar depois de um gol tomado. Se bem que, no futebol, é geralmente o bônus monetário que faz esse papel. TRISTE.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...